Masturbação feminina alternativa para meninas atrevidas - Biografias Eróticas

Masturbação feminina alternativa para meninas atrevidas

Já sabemos que a masturbação feminina tem como coisa natural a utilização dos dedos, é digamos, e parece estranho dizê-lo, o que está mais à mão, aqueles dois dedinhos juntos, o indicador e o médio, a rodar a rodar a rodar, até ao orgasmo.

Mas às vezes é necessário variar, tentar novas coisas, novas experiências, já se sabe que há muita coisa disponível, é vibradores, é lubrificantes, é esferas, é dildos, pequenos médios e grandes, muitas vezes muito cara, e pior, nem sempre bom de ter por casa, logo há mães a fiscalizar, pais a verificar, empregadas domésticas a cuscar, e convenhamos, imaginem um deles encontrar, no meio das roupas escondido, um daqueles caralhos grandes de preto.

Não é necessário!! Para meninas atrevidas se satisfazerem, brincarem sem despesas, terem um orgasmo, basta serem criativas, há soluções mais baratas, basta olhar ao que têm por casa, com bom senso e cuidados.


Indo ao que interessa e após muitos anos de estudo e observação, aqui vão as sugestões reunidas:

1. Máquina de lavar roupa

A máquina de lavar roupa tem imensas vantagens, o ciclo de centrifugação e enxaguamento possibilita sensações excepcionais para as meninas com capacidade de elevação.

É um pouco como andar a cavalo, a máquina simula algo parecido com o trote do cavalo, muitas tremuras no clitóris e aí, orgasmo, sem dedos, sem esforço, dois em um, a máquina faz o seu trabalho, aproveita lava a roupa, e ao mesmo tempo, diverte-se com o equipamento.

Vantagens também nas brincadeiras a dois, duas meninas se divertindo sem cuequinha numa máquina de lavar roupa, é inesquecível para as duas e para quem as vê.

Em termos de execução, pode ser em cima, montando a máquina, mas pode também ser usado de lado, na esquina, posicionando-se de pé, uma boa opção para meninas atrevidas mais idosas que não queiram arriscar partir qualquer coisa.

2. Superfícies firmes arredondadas fixas ou móveis:

Aqui estamos mais no campo dos objetos que estão ali à mão de semear, como o corrimão, o poste, comando da televisão, cabeceira da cama, maçanetas, alguns electrodomésticos, torneiras, utensílios de cozinha, tudo que seja redondo e firme, que permita esfregar na vagina, até atingir o orgasmo.

As vantagens são óbvias, quem pense que as meninas andam satisfeitas, porque se calhar compraram um dildo, nem lhe vai passar pela cabeça, que ao abrir uma porta, no caso da maçaneta, ou subir uma escada, no caso do corrimão, na prática está a agarrar no próprio objecto, o famoso escondido à vista de todos.

E depois a ginástica, sempre positivo, masturbar-se e ter um orgasmo é já uma forma de exercício físico, mas fazê-lo acompanhado de movimentação corporal, no corrimão, no poste, em torneiras, maçanetas, ou até num espremedor de sumos, exige uma componente física importante a levar em consideração.

3. Superfícies têxteis com bordas suaves

Aqui temos mais a gama de objectos como sofás, atoalhados, camas, otomanas, chaises longue, algumas almofadas, bichos de pelúcia também contam, enfim tudo o que tenha uma certa resistência, de preferência material estofado.

A forma de execução é um pouco semelhante aos materiais anteriores, nos fixos o corpo movimenta-se sobre o objecto propriamente dito, nos móveis é mais opcional, podendo ser usadas também as mãos.

A vantagem em relação ao anterior está mais na qualidade dos materiais, enquanto nos objectos firmes há um esgregaço da vagina sobre o mesmo, neste caso dos têxteis, há digamos uma fixação sobre o mesmo, eles são colocados entre as pernas e apertados, beneficiando a vagina de excitação gerada pelo movimento do corpo.

A desvantagem são mais as nódoas, os reflexos do orgasmo, enquanto nos objetos fixos basta passar com um pano húmido, nos têxteis fica a manchinha o que nem sempre é agradável e fácil de tirar.

4. Colheres de sopa

É utensílio de cozinha, mas merece algumas palavras à parte, e a sua utilização é óbvia, e fora o fresquinho do metal que logo passa, é só correr com ela pelo clitóris de cima a baixo e, como é previsível, os efeitos, não se fazem esperar.

5. Coisas que vibram

A máquina de lavar roupa também vibra, mas aqui estamos mais ligados a objectos mais pequenos, máquinas de barbear, escovas de dentes eléctricas, um ou outro ventilador, máquinas esfoliantes, batedeiras, enfim, o que sirva para colocar nas zonas inferiores a fazer o trabalho por si.

6. Garrafas de plástico

Não se recomenda garrafas de vidro, por causa do efeito de sucção, não é anormal acontecer ficarem presas onde não se quer e depois para as tirar é o cabo dos trabalho.

Garrafas de plástico é mais do que suficiente para a execução do esfregaço, e há umas mais pequenas de refrigerante, fáceis de manobrar.

7. Objectos longos e finos

Entramos aqui mais no campo dos cabos de vassoura, velas, escovas de cabelo, rolos, tudo o que possa ser incorporado na concretização do orgasmo.

8. Ferramentas

Algumas ferramentas adequam-se ao propósito, lembra-se os cabos de chaves de fenda, lanternas, algumas chaves de apertar roscas.

9. Os vegetais

Estes são os que mais agradam por serem orgânicos e tudo o que tem a forma de um pénis serve a função, estando nesta categoria o pepino, cenoura, banana, rabanete, aboborinha, curgetes, para quem quer ser mais atrevida, beringela roxa.

Tudo gratuito, ali ao pé, sem despesas ou preocupações, não esquecendo obviamente que os riscos devem ser acautelados, superfícies sempre limpas, não abrasivas e protegidas.

Seja atrevida!!!

1 comentário:

  1. Ai meninas ai meninas por aqui tantas ideias para explorar
    Abraço

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Sobre a Troca de Prendas!!!...

    ResponderEliminar

Não deixe de comentar, o seu comentário será sempre bem vindo